Agora: A Voz do Povo

​Polícia Federal confirma uma morte em garimpo alvo de operação em Mato Grosso

Olhar Direto em 08/10/2019 às 14:55. Lida 269 vezes.


A Polícia Federal confirmou uma morte no garimpo ilegal instalado no município de Aripuanã (a 704 quilômetros de Cuiabá). O local foi alvo da “Operação Trype”, deflagrada na manhã desta segunda-feira (7). A ação é realizada junto a forças de segurança do estado de Mato Grosso.

Não há mais informações sobre a morte até o momento. A assessoria de comunicação da PF deve se manifestar por meio de nota sobre o ocorrido, dando mais detalhes do falecimento.

A operação, que conta com 160 policiais e servidores da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), visa encerrar as atividades de um garimpo ilegal localizado na cidade de Aripuanã que está causando impacto ambiental e devastação social na cidade.

O índice de homicídios, tráfico de drogas e prostituição aumentou na região por conta o garimpo ilegal. Imagens divulgadas pela PF mostram que o espaço havia se tornado uma “minicidade”.

A operação foi deflagrada após dois suspeitos, identificados como R.R.L., 34 anos, e W.B.F., 33 anos, serem presos em um aeroporto na zona rural da cidade, em junho deste ano. Foram apreendidos 6,5 kg de ouro avaliados em R$ 7 milhões, além duas pistolas (9mm e 635) com seus respectivos carregadores e 27 munições intactas.

Em depoimento, R.R.L. confessou ser dono do outro e disse que estava aguardando a aeronave que levaria o ouro, mas não fez referência ao avião que havia pousado minutos antes e levantado voo.

A primeira fase da operação foi deflagrada no dia 26 de setembro, com o objetivo de investigar irregularidades na extração de ouro em garimpos de Mato Grosso. Foram cumpridos mandados de prisão em Juína, Aripuanã, Alta Floresta e Paranaíta.

“Minicidade”

Em imagens divulgadas pela PF, pode-se notar que o garimpo havia se transformado em uma “mini-cidade”. Gravadas através do helicóptero que dá apoio na ação, as imagens mostram que há vários pequenos imóveis espalhados ao longo da região.

Enquete


Você é contra ou a favor de eleições para diretores e coordenadores de escolas públicas municipais?
Parciais