​Adolescente tem 60% do corpo queimado após tentar acender fogareiro improvisado em uma quitinete de MT

G1/MT em 10/07/2019 às 17:28. Lida 786 vezes.

Adolescente tem 60% do corpo queimado após tentar acender fogareiro improvisado em uma quitinete de MT

Carlos Eduardo da Silva, de 15 anos, teve mais de 60% do corpo queimado ao acender um fogareiro improvisado, em uma quitinete, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. De acordo com o irmão da vítima, a família estava sem botijão de gás e, por isso, improvisaram um fogão à base de álcool.

Ainda segundo o irmão, o adolescente queria assar carne, na noite de terça-feira (9). Ele tentou acender o fogo, mas achou que ficou baixo e seria insuficiente para cozinhar.

"Ele achou que o fogo estava baixo e foi colocar mais álcool. Nessa hora, o fogo veio para cima dele e o frasco explodiu nas mãos dele", contou Carlos Henrique Vieira.

O irmão contou ainda que para apagar as chamas, Carlos Eduardo correu para o banheiro e ligou o chuveiro. Assim, conseguiu impedir que o fogo se alastrasse mais ainda.

Parte da quitinete também foi atingida pelas chamas, que foram controladas pela família e por vizinhos.

O adolescente foi socorrido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para uma Unidade de Terapia Semi-intensiva (UTI) da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará.

Enquete


Você é contra ou a favor de eleições para diretores e coordenadores de escolas públicas municipais?
Parciais