Sorriso FM 99,1

06/06/2019 15:18
Lida 535 vezes.

Assessoria


Após solicitação da Administração Municipal, uma equipe da empresa Azul Linhas Aéreas esteve nesta manhã (6) em Sorriso para participar de uma reunião e vistoriar as reais condições da pista do Aeroporto Regional Adolino Bedin. Após ouvir as solicitações da Prefeitura, o assessor especial da presidência da Azul, Ronaldo Veras, sinalizou a possibilidade da retomada dos voos comerciais em Sorriso.

“Alteramos nossas operações em função das condições do asfalto e, como medida de segurança, suspendemos os voos. Mas estamos tendo uma atenção muito grande por parte da Prefeitura e não iremos abandonar nossa parceria, pois Sorriso é um mercado extremamente interessante para a empresa. Por isso, estamos avaliando colocar um ATR 72 600 para operar temporariamente, enquanto houver obras de recuperação da pista, até que possamos retornar com os jatos”, afirma Ronaldo Veras.

De acordo com o representante da Azul, os voos devem ser retomados no prazo máximo de 20 dias. “Vemos que a Prefeitura não tem medido esforços para que a recuperação da pista seja feita com a máxima urgência. Acredito que mais uns 15, ou 20 dias, já teremos uma confirmação e, possivelmente, retornaremos com o ATR 72”, reforçou.

O vice-prefeito, Gerson Bicego, destacou a importância da união de forças para que os voos comerciais retornem a Sorriso. “Estamos felizes com a vinda da Azul e essa sinalização da retomada dos voos comerciais. Quero agradecer o apoio de todos da Prefeitura, Câmara de Vereadores, do deputado Xuxu Dal Molin e toda sociedade organizada. Essa união dos sorrisenses é o que faz o nosso município sempre crescer e prosperar”, ressaltou Bicego.

Para o deputado estadual, Xuxu Dal Molin, a recuperação da pista, assim que concluída, possibilitará a ampliação dos voos. “Quando estava como deputado federal, solicitamos o investimento de R$ 15 milhões para este aeroporto, mas a emenda ainda não foi repassada. Continuaremos cobrando o Governo Federal e acredito que a liberação se dará muito em breve. A idéia é recuperar a pista, em parceria com a Embraer, e fazer com que tenhamos uma estrutura ainda melhor, com tempo de vida útil de 15 a 20 anos, e que suporte aeronaves ainda maiores”.

Presentes na reunião com a Azul, o representante da Comissão Pró- Aeroporto, Laércio Lenz e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Claudio Drusina, aproveitaram a oportunidade para protocolar um ofício, assinado pela Administração Municipal, Câmara de Vereadores, Aces, CDL, OAB, CRC, Sindicato Rural, Lions Clube, Fundação Sorriso, Agências de Viagens, Comissão Pró- Aeroporto e lojas maçônicas, solicitando a retomada imediata dos voos comerciais.

“Temos conversado com a Azul, Infraero e Anac sempre com total transparência. Tivemos o cancelamento dos voos a jato e imediatamente conversamos com o diretor da Azul, que enviou uma equipe técnica para avaliar a situação e nos atender com voos menores. Precisamos dessa rapidez na solução dos problemas. Estamos buscando recursos desde 2017 e fazendo o monitoramento da pista. Sabemos que o recurso está locado e temos confiança que ele virá. Nosso primeiro passo será investir R$ 364 mil em projetos para que a liberação dos voos maiores ocorra o quanto antes”, pontuou Drusina.

Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre as mudanças do trânsito nas perimetrais em anexo à BR 163?
  • Parcial