Sorriso FM 99,1

16/05/2019 08:38
Lida 581 vezes.

Assessoria

Os vereadores Prof.ª Marisa, Bruno Delgado, Prof.ª Silvana e Elisa Abrahão participaram da reunião promovida terça (14.05) entre o secretário municipal de Administração, Estevam Húngaro Calvo Filho, com representantes da Previso e do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsems) para apresentar a proposta de reajuste salarial de 2%.

Levando em consideração as perdas salariais, o Sinsems pede 4,67%, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC.

A presidente do Sinsems, Edianinha Turra, não aceitou percentual proposto pelo Executivo e disse que irá discutir o assunto com os servidores, em assembleia na próxima sexta (17).

Os vereadores oposicionistas também foram contrários à proposta apresentada pelo Executivo e defenderam o percentual apresentado pelo Sindicato tendo em vista a inflação atual e o custo de vida em Sorriso.

Os parlamentares também questionaram a justificativa do secretário de que um reajuste maior ultrapassaria o limite constitucional com a folha de pagamento e os gastos com coisas que não são prioridades. “Com exceção de 2018, nos últimos 10 anos nenhum aumento salarial ficou abaixo de 6%”, lembrou a líder de oposição, vereadora Prof.ª Silvana.

A vereadora também criticou a demora do Poder Executivo em discutir o reajuste salarial que precisa ser aprovado ainda em maio, mês estipulado em lei. “Somente agora é que o Executivo convida os servidores para apresentar sua proposta. Como teremos que aprovar o projeto até o próximo dia 25, serão poucos dias de negociação, infelizmente”, finalizou.

Veja também


Enquete
Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para prefeito (a) de Sorriso?
  • Parcial