Agora: Bom Dia Sorriso

​Governo integra comitiva a Xangai em busca de negócios para carne mato-grossense

Olhar Direto em 15/05/2019 às 15:48. Lida 1018 vezes.

Liderada pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, uma comitiva de empresários do setor de proteína animal mato-grossense está em Xangai, na China, em busca de ampliar a entrada da carne brasileira no mercado asiático. O grupo integra a delegação nacional, organizada pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Estamos tendo um diálogo muito produtivo com importadores e compradores e as tratativas me deixam cada vez mais convencido da importância do Imac [Instituto Mato-grossense da Carne]. O mercado internacional quer qualidade, segurança e a certificação do produto mato-grossense. Lembrando que o mercado chinês comprou 12% da nossa produção de carne bovina ano passado e tem potencial para ampliar o volume de aquisição”, relatou o secretário.

Nesta segunda-feira (13), o grupo participou de uma reunião com investidores na Sinal China 2019, maior feira de alimentos da China, que este ano conta com a participação de 72 países. Conforme a programação, a comitiva ainda passará pelo Vietnã e Indonésia.

A comitiva mato-grossense está sendo acompanhada pelo presidente do Instituto Mato-grossense da Carne, Guilherme Nolasco, além de representantes do Sindicato dos Frigoríficos de Mato Grosso (Sindifrigo) e da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), bem como empresários. Pela Assembleia Legislativa, o representante é o deputado Xuxu Dal Molin (PSC). Os trabalhos serão acompanhados pelo Banco do Brasil e pela Embaixada do Brasil na China.

Em nota, o Ministério da Agricultura informou que os investidores chineses pretendem aumentar o montante aplicado no Brasil, em setores de sementes, suinocultura, infraestrutura e ferrovias, entre elas a Ferrogrão - corredor ferroviário para escoamento de grãos da Região Centro-Oeste, que será construído entre Sinop (MT) e Itaituba (PA), onde fica o Porto de Miritituba. O projeto é orçado em US$ 3,37 bilhões e o edital deve ser lançado no quarto trimestre de 2019.

Enquete


Você é contra ou a favor da redução do valor dos salários de vereadores de Sorriso?
Parciais