Sorriso FM 99,1

01/02/2019 16:45
Lida 1173 vezes.

G1/MT

Os 24 deputados estaduais que foram eleitos em Mato Grosso tomam posse nesta sexta-feira (1°), em uma cerimônia no Teatro Zulmira Canavarros, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em Cuiabá. Entre os eleitos, 14 são novatos. Vejam quem são eles abaixo.

Janaina Riva (MDB)

Janaina Greyce Riva (MDB), de 30 anos, foi a única mulher eleita em Mato Grosso para o cargo de deputada nas últimas eleições. Ela teve 51.546 mil votos e foi reeleita. Natural de Juara, a 690 km de Cuiabá, ela é formada em direito e filha do ex-deputado José Riva.

Nininho (MDB)

Eleito para o terceiro mandato, o deputado Ondanir Bortolini (PSD), o Nininho, teve 37.501 mil votos nas últimas eleições. O parlamentar já foi prefeito de Itiquira, a 359 km de Cuiabá, também por três vezes entre. Nininho entrou na vida pública aos 34 anos. Atualmente, ele tem 61 anos.

Max Russi (PSB)

Também reeleito, Max Russi (PSB), teve 35.042 mil votos na última eleição. O político de 43 ano chegou a assumir a chefia da Casa Civil durante a gestão do governador Pedro Taques (PSDB). Ele também foi prefeito de Jaciara, a 142 km de Cuiabá, por dois mandatos consecutivos.

Eduardo Botelho (DEM)

Formado, em Engenharia Elétrica pela UFMT e em Licenciatura, com especialização em Matemática, o deputado Eduardo Botelho (DEM), foi eleito com 33.788 mil votos. Em 2018, foi eleito para o segundo mandato na ALMT. É o atual presidente da Casa de Leis.

Delegado Claudinei (PSL)

Claudinei de Souza Lopes (PSL) se elegeu com 29.988 mil votos. Ele é delegado da Polícia Civil, em Rondonópolis. Ele nasceu em Marialva (PR) e se mudou para Cuiabá aos 23 anos para investir na carreira policial. Como deputado, propõe investimentos em segurança e saúde.

Claudinei é filho de uma professora aposentada e de um caminhoneiro. Estudou em escola pública até a formação do 2° grau e graduou-se em direito aos 28 anos, em uma universidade particular.

Guilherme Maluf (PSDB)

Formado em medicina, o deputado Guilherme Maluf (PSDB) foi reeleito com 29.959 votos no último pleito. O médico decidiu entrar na vida pública depois de trabalhar como médico cirurgião nos Prontos Socorros de Cuiabá e Várzea Grande. Maluf tomou posse para o quarto mandato de deputado estadual.

Dilmar Dal Bosco (DEM)

O empresário do ramo da eletrificação Dilmar Dal Bosco, do DEM, foi reeleito nas últimas eleições com 28.827 votos. O político de 53 anos teve 1,90% dos votos válidos.

Sebastião Rezende (PSC)

Sebastião Rezende (PSC) tem formação em direito e engenharia civil. O político de 55 anos é natural de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Rezende entrou na vida pública em 2002 quando disputou seu primeiro pleito eleitoral e sendo eleito deputado. Nas últimas eleições, ele teve 25.683 mil votos.

Xuxu Dalmolin (PSC)

Gaúcho de nascença, Ederson Dal Molin (PSC), o Xuxu Dalmolin, recebeu 23.764 votos. É suplente de deputado federal, produtor rural e trabalhou no sindicato rural. Também ajudou a fundar a Aprosoja, foi vereador por Sorriso em 2004, ainda no município foi vice-prefeito e prefeito em 2013. Ele é natural de Realeza (PR), mas se mudou para Mato Grosso aos 5 anos.

Na última eleição, Xuxu Dalmolin teve 23.764 mil votos.

Lúdio Cabral (PT)

Lúdio Cabral, eleito com 22.701 votos, é médico sanitarista, servidor público municipal de Cuiabá há 22 anos e foi vereador por Cuiabá de 2004 a 2012. Nasceu no interior de Goiás e se mudou para Mato Grosso aos 13 anos. O pai é comerciante e agricultor e a mãe, professora do ensino básico. Lúdio estudou em escola pública e graduou-se em medicina.

Valdir Barranco (PT)

Valdir Barranco (PT) nasceu em Alvorada do Sul, no Paraná, e mudou-se para Nova Bandeirantes, 980 km de Cuiabá. Ele é Biólogo formado pela Unemat, com especialização em Gestão e Financiamento do Ensino Público pela UFMT.

Barranco Valdir Barranco começou sua vida política em 2001 como secretário de educação de Nova Bandeirantes. Logo depois foi prefeito no mesmo município.

Elizeu Nascimento (DC)

Elizeu Nascimento (DC) é policial militar aposentado, foi vereador por Cuiabá em 2016 e assumiu a presidência das comissões de transporte, urbanismo, regularização fundiária, agropecuária e segurança pública. Ele foi eleito com 21.347 votos.

Ele nasceu em Tangará da Serra, mas se mudou para Cuiabá em 1980. O pai dele é comerciante e a mãe é dona de casa. Elizeu estudou em escola pública até o 2° grau e não possui ensino superior.- 21.347 votos.

Valmir Moretto (PRB)

Ex-prefeito de Nova Lacerda, Valmir Moretto angariou 21.261 votos. Ele é empresário e também foi presidente do Consorcio Intermunicipal de Desenvolvimento Socioeconômico Ambiental do Vale do Guaporé (CIDESA).

Ele nasceu em Palotina (PR) e se mudou para Mato Grosso aos 16 anos. O pai e a mãe de Valmir são agricultores. Estudou em escola pública, mas não possui ensino superior.

Faissal (PV)

Faissal Jorge Calil Filho (PV) teve 20.509 votos. É advogado e ocupou vaga na Câmara de Vereadores de Cuiabá de 2013 a 2016.

Ele nasceu em São Sepé (RS). É filho de uma professora e de um agricultor e se mudou com a família para Cuiabá quando era adolescente em busca de novas oportunidades. Estudou em escola pública e é formado em direito.

Dr. João (MDB)

Eleito com 19.836 votos, João José de Matos (MDB) é médico e, pela primeira vez, assume um cargo político. Ele trabalhou como médico durante 20 anos na área do Sistema Único de Saúde (SUS). Promete defender a saúde e infraestrutura.

João nasceu em Portugal e se mudou para o Brasil aos 3 anos. Já para Mato Grosso ele se mudou aos 27 anos.

Thiago Silva (MDB)

Thiago Silva recebeu 19.339 votos e no Legislativo mato-grossense pretende defender melhorias na educação e saúde pública.

Ele é economista e professor universitário. Foi eleito em 2012 vereador por Rondonópolis, e reeleito para o cargo em 2016. Thiago nasceu em Rondonópolis e, no município, já atuou como gerente de planejamento e de fomento de micro e pequenas empresas.

Ulysses Moraes (DC)

Advogado e escritor, Ulysses Moraes teve 18.721 votos e promete atuar e defender a transparência na administração pública e a moralização na política.

Ele nasceu em Cuiabá. É filho de uma médica e professora e de um advogado e também professor. Ficou conhecido depois de protocolar o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Estudou em escola particular e, aos 21 anos, graduou-se em direito.

Professor Allan (PDT)

Cuiabano, Allan Kardec (PT) tem 39 anos e é formado em educação física pela UFMT. Nas últimas eleições, ele foi reeleito com 18.629 mil votos.

Wilson Santos (PSDB)

Também reeleito, o deputado Wilson Santos (PSDB) é natural de Dracena (PR). Já ocupou cargos eletivos como o de prefeito de Cuiabá, deputado federal e vereador. Wilson também chefiou a Secretaria Estadual de Cidades (Secid-MT) durante a gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB).

Nas últimas eleições, ele teve 14.855 mil votos.

Dr. Eugênio (PSB)

Morador da região Araguaia, José Eugênio de Paiva (PSB) garantiu vaga na Assembleia com o apoio de 13.458 eleitores que votaram nele.

É médico e atua como anestesista. Também foi vereador por Água Boa de 2013 a 2016. Ele é natural do Córrego do Ouro (MG), e se mudou para Mato Grosso aos 31 anos.

Silvio Fávero (PSL)

Eleito com 12.059 votos, Sílvio Fávero promete defender investimentos na saúde e na segurança pública, enquanto deputado.

Ele é advogado, empresário, agricultor, vice-prefeito em Lucas do Rio Verde e vice-presidente da Comissão do Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Ele é natural de Umuarama (PR) e, aos 22 anos, mudou-se para Mato Grosso.

Dr. Gimenez (PV)

Luis Amilton Gimenez (PV) garantiu vaga na Assembleia com 12.058 votos. Ele é médico e até então não assumiu cargo eletivo. Na Casa de Leis, o novato adianta que irá defender melhorias na saúde e na educação.

Ele nasceu em José Bonifácio (SP) e, aos 26 anos, se mudou para São José dos Quatro Marcos. É filho de um sitiante e a mãe era dona de casa. Estudante de escola pública, Gimenez graduou-se em medicina aos 26 anos.

Paulo Araújo (PP)

Paulo Araújo obteve 11.645 votos e deixou o mandato de vereador por Cuiabá para ocupar vaga na Assembleia Legislativa. Investimentos em saúde e melhorias nos serviços públicos serão as principais defesas feitas por ele.

É servidor público da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e exercia o segundo mandato de vereador. Ele nasceu em Cuiabá e sempre morou na capital.

João Batista do Sindspen (PROS)

João Batista foi eleito com 11.374 votos. É servidor da segurança pública. Trabalhou como agente penitenciário e está é a primeira vez que assume um cargo político. Ele é natural de Belém do São Francisco (PE) e mudou-se para Cuiabá aos 23 anos.

É filho de um funcionário público e de uma lavradora. Batista estudou em escola pública até a formação do 2° grau e, aos 30 anos, graduou-se em gestão de segurança pública em uma universidade particular.

Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre os políticos brasileiros?
  • Parcial