Sorriso FM 99,1

31/01/2019 15:11
Lida 1153 vezes.

Assessoria

A próxima segunda-feira (4 de fevereiro) marca o início do ano letivo de 2019 para a maioria dos estudantes sorrisenses. Somente nas 21 escolas e 14 Centros Municipais de Educação Infantil de Sorriso (Cemeis) estão matriculados quase 14,5 mil alunos.

Para permitir que estudantes que não contam com uma escola próxima à sua casa possam ir e vir com toda a segurança é oferecido transporte escolar gratuito. Este serviço também está disponível para os alunos da rede estadual na mesma situação. A responsabilidade do transporte é do município, que conta com apoio do Estado e do Governo Federal para oferecê-lo.

“Nosso município cresce de maneira muito rápida, então, nem sempre é possível atender a esta população com uma escola perto de casa para os alunos que residem na cidade, e precisamos também lembrar que, como somos referência em agronegócio, muitos dos nossos alunos residem em fazendas e agrovilas, e por isso, nosso cuidado em oferecer o transporte escolar seguro e confortável”, destaca a secretária de Educação e Cultura, Lúcia Korbes Drechsler.

Somente em 2018, 3.171 alunos utilizaram o serviço com um total de 78 veículos. Destes, 40 são da frota própria do município e 38 são terceirizados. No caso dos terceirizados, que fazem as linhas do interior do município, cada empresa licitada precisa apresentar um ônibus reserva para os casos de qualquer ocorrência (defeito mecânico, pneu furando, etc) que impeça o veículo de rodar, garantindo assim a manutenção do transporte nas linhas. Como são cinco as empresas licitadas para o transporte na área rural, o número disponível de veículos para este transporte sobe para 43.

Para garantir que todos estes estudantes possam ir e vir com segurança, todos os 83 veículos que ficam à disposição para o transporte escolar passaram por vistoria na semana passada. A checagem, feita semestralmente pelos agentes municipais de trânsito e pelos membros da Comissão de Fiscalização do Transporte Escolar, avalia as condições de cerca de 40 itens que vão desde o motor até os cintos de segurança.

“A vistoria é feita de maneira minuciosa, com a emissão de um laudo para atestar que os veículos estão em plenas condições de prestar este serviço que é tão importante para os nossos estudantes, já que quando se fala em educação, não se fala simplesmente na relação professor/aluno na sala de aula, mas em todo o contexto embutido neste processo como a saída e o retorno do aluno e o ambiente escolar de maneira integrada”, pontua a secretária, destacando que é muito importante que os pais e responsáveis também reforcem com as crianças a importância de usar o cinto de segurança, manter a ordem durante as viagens e zelar para a manutenção do veículo.

Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre a conduta do atual ministro Sergio Moro, quando juiz que conduziu a operação Lava Jato, após vazamentos de supostas conversas entre Moro e a acusação?
  • Parcial