Sorriso FM 99,1

17/01/2019 11:55
Lida 1005 vezes.

Assessoria

Promover um transporte público eficiente, rápido e seguro, que possa ajudar a desafogar o trânsito da cidade. Para cumprir este objetivo, a Prefeitura buscou apoio de uma empresa especializada em planejamento de transporte urbano. A Oficina Engenheiros Consultores Associados Ltda., de São Paulo (SP), foi a empresa escolhida por meio de pregão presencial para fazer o estudo e preparar uma nova licitação para a concessão do serviço de transporte coletivo de passageiros em Sorriso.

O contrato com a atual concessionária vence neste ano, mas antes disso a questão do trânsito já vem sendo estudada pela Administração Pública. “Recebemos a demanda de maneira oficial por uma comissão especial criada pela Câmara de Vereadores e também levamos esta questão do transporte coletivo para análise do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Sorriso (Condess), para que juntos, de forma democrática, pudéssemos elaborar uma solução que seja boa para todos”, contextualizou o prefeito de Sorriso, Ari Lafin.

Para este estudo, cujo contrato foi assinado na tarde de ontem (15), a empresa receberá R$ 148 mil, valor abaixo do estipulado no termo de referência da licitação, que foi de R$ 160 mil. Segundo o proprietário da Oficina, Arlindo Fernandes, será feito um levantamento da estrutura atual, com o diagnóstico de todas as necessidades, já se levando em conta a absorção do transporte escolar. Atualmente, a empresa está fazendo este trabalho em Cuiabá.

O secretário da Cidade, Ednilson Oliveira, também aponta a importância de se trabalhar com planejamento em longo prazo. “Sorriso cresce a uma taxa de 7 a 8% ao ano e o sistema atual vem se mostrando inviável tanto para o empresário quanto para os usuários do transporte público”, comenta, reforçando que o reordenamento do trânsito e a mobilidade urbana também estão sendo tratados desta maneira.

O contrato prevê que o estudo possa ser entregue até o próximo ano, mas a intenção é que todo o processo licitatório (cuja elaboração está contemplada no dossiê) seja feito ainda em 2019.

Passe Estudantil

Outro ponto que merece atenção especial é a questão do transporte de alunos da rede pública de ensino. Atualmente, 40 ônibus circulam somente no perímetro urbano do município para fazer o transporte de 3.171 alunos (dados de 2018). Vale lembrar que para o transporte de alunos da área rural, há a necessidade de se ampliar essa frota em 38 veículos, o que é feito por meio de contratação via processo licitatório.

“Chegou o momento de discutir e implementar o passe estudantil, o que vai garantir aos alunos o direito de ir e vir de forma segura e confortável, e que permitirá, além da economia de recursos, a retirada gradativa destes veículos nos horários de pico no trânsito”, complementou o prefeito.

Veja também


Enquete
Você monitora o que seu filho faz no celular, tablet ou computador?
  • Parcial