Sorriso FM 99,1

16/01/2019 13:57
Lida 2026 vezes.

Ivan Oliveira

A Cooperativa prestadora de serviços Coopservs, vai cumprir determinação judicial da Justiça do Trabalho que concedeu liminares em duas ações civis públicas movidas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) contra a Cooperativa. As decisões visam o cumprimento de normas trabalhistas de saúde e segurança nos serviços de manutenção de iluminação pública e de coleta de resíduos sólidos no município de Sorriso. Uma das práticas proibidas é o transporte de garis na parte externa de caminhões de coleta de lixo.

Em entrevista ao programa A VOZ DO POVO, a gerente administrativa da Cooperativa declarou, no entanto, que a “Coopservs sempre se primou pela segurança do trabalho, por meio de cursos periódicos de segurança do trabalho, com distribuição de EPIS conforme a lei trabalhista exige. Como sempre, prezamos pela segurança dos nossos cooperados e possuímos no quadro de terceirizados da Coopservs dois profissionais em segurança do trabalho para acompanhar, auxiliar e acompanhar a aplicação das normas de segurança do trabalho. Por esta razão, a Cooperativa apresenta um número baixíssimo de acidentes de trabalho, nestes 20 anos de sua atuação, comparado às outras empresas ou cooperativas de mesmo porte”.

Ela informou ainda que defesa pediu mais prazo para se adequar ao que determina a Justiça e que tem buscado junto a prefeitura de Sorriso, que contratou o Serviço, para que seja repactuado os valores do objeto licitado, já que a mudança vai onerar a prestação do serviço.

Para assistir a notícia completa acesse a página da Sorriso FM no Facebook.



Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre a conduta do atual ministro Sergio Moro, quando juiz que conduziu a operação Lava Jato, após vazamentos de supostas conversas entre Moro e a acusação?
  • Parcial