Sorriso FM 99,1

22/12/2018 16:33
Lida 2334 vezes.

Fernando Luiz/ Esporte com GE net

O Real Madrid é pela terceira vez seguida, a sétima na história, o campeão do mundo. Desta vez, porém, com direito a (meio) gol brasileiro. Vinicius Junior saiu do banco nos minutos finais e protagonizou o lance que fechou a conta na vitória por 4 a 1 sobre o Al Ain, neste sábado, que valeu o título, o seu primeiro com a camisa merengue. Yahia Nader acabou fazendo contra no lance. Modric, que não balançavas as redes desde a Copa, Llorente e Sergio Ramos fizeram os outros, enquanto Tsukasa Shiotani descontou para os anfitriões.

MELHOR DO MUNDO DECISIVO

O último gol de Modric com a camisa do Real tinha sido na goleada por 7 a 1 sobre o La Coruña... em janeiro, quando ele nem devia sonhar terminar o ano como melhor do mundo. Depois, fez outros dois pela Croácia na Copa, contra Nigéria e Argentina. Já Llorente, que ganhou espaço no elenco com a lesão de Casemiro, balançou as redes pela primeira vez desde que subiu para o profissional. E foi em grande estilo...

São três títulos mundiais seguidos, quatro em cinco anos. Ao todo, acumula sete conquistas - quase o dobro do Milan, o segundo time que mais vezes levantou a taça, quatro. Apenas o Real Madrid, o maior campeão do mundo entre clubes, pode se orgulhar de ter essas marcas.

Aos 28 anos, Toni Kroos conquistou seu quinto título mundial entre clubes (ele tem mais ainda pela seleção alemã, em 2014), deixando para trás Cristiano Ronaldo, com quatro. Saiu de campo ovacionado aos 24 para a entrada de Ceballos.

EUROPA AMPLIA SOBERANIA

Com a vitória, o time merengue ampliou também a soberania da Europa sobre a América do Sul: são 32 títulos do Velho Continente contra 26 dos sul-americanos. Os números consolidam também uma mudança de paradigma.

Da primeira edição, em 1960, a 1994, foram 20 títulos sul-americanos contra 13 dos europeus. A partir de 1995, o Velho Continente virou o jogo e conquistou 19 das últimas 25 taças disputadas, 11 delas nas últimas 12 temporadas.

BRASIL EM ALTA

O brasileiro Caio Lucas teve grande atuação e recebeu a Bola de Prata da competição. Bale levou a de Ouro, enquanto Borre, do River, ficou com a de bronze.

Veja também


Enquete
Se a eleição fosse hoje, em quem você votaria para prefeito (a) de Sorriso?
  • Parcial