Sorriso FM 99,1

13/12/2018 16:25
Lida 1847 vezes.

Tâmara Figueiredo


O secretário Municipal de Saúde de Sorriso, Luis Fabio Marchioro declarou em coletiva com a imprensa de Sorriso que está descartada a doença meningite como sendo a causa da morte da jovem Aline Silva Ribeiro, 29 anos, filha do professor Aparecido Ribeiro Talhares, conhecido como professor Cido, que faleceu no último domingo. Indo contrário à informação divulgada anteriormente, de que a suspeita da morte seria meningite. "Estamos trabalhando atentamente nisso, quando é notificado pelos órgãos oficiais, como a declaração feita pelo médico, é acionado todo um sistema, o hospital traz toda sua equipe de intervenção neste tipo de assunto e a Secretaria colocou à disposição a Vigilância Epidemiológica para trabalhar nessa investigação".

O secretário afirmou que após toda investigação, as equipes concluíram que não se trata de meningite o que teria provocado a morte da jovem. "Após toda essa investigação e conversa entre as equipes, hoje podemos afirmar que para a Rede Pública de Saúde oficial, através de análises de técnicos que avaliaram, está descartada a hipótese de meningite como causa morte da Aline, que infelizmente perdemos no domingo. Muito embora, todos os procedimentos tenham sido tomados como se tal fosse. Foi tomada toda precaução com a família e com os profissionais do Hospital e da Upa que deram o primeiro atendimento, todos passaram por esse protocolo que a saúde exige, mas não se trata de meningite ", tranquilizou o secretário.


Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre as mudanças do trânsito nas perimetrais em anexo à BR 163?
  • Parcial