Sorriso FM 99,1

27/10/2018 14:53
Lida 295 vezes.

Fernando Luiz - Depto Jornalismo com Redação DC

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) mantém projeção de um leve recuo da safra de soja 2018/19 em relação ao ciclo anterior. Ontem, o órgão divulgou sua terceira estimativa, na qual pontua uma oferta de 32,65 milhões de toneladas.

A oferta projetada prevê leve recuo de 0,77% ante a 2017/18. Do lado da demanda, as expectativas para as exportações continuam elevadas visto que a demanda chinesa até o momento não dá sinais de enfraquecimento, sendo previsto que 19,07 milhões de toneladas sejam enviadas ao exterior na safra 2018/19.

O consumo mato-grossense também tende a manter-se elevado, sendo projetado 9,54 milhões de toneladas para esmagamento, enquanto o consumo interestadual deve ficar na ordem de 3,85 milhões de toneladas.

Desta forma, com a perspectiva de uma oferta e demanda ligeiramente menores na safra 2018/19, os estoques finais estão previstos em 190,57 mil toneladas.

Os novos ajustes da estimativa levaram ainda em consideração a safra 2017/18. As principais mudanças ocorreram por parte da demanda. Essas modificações foram pautadas no aumento da demanda internacional pela soja brasileira, e pelo volume da soja esmagada, que por sua vez vem se mantendo firme no Estado.

“Nesta terceira estimativa de oferta e demanda da soja mato-grossense em 2018 foram atualizados os dados referentes à demanda da safra 2017/18 e atualizadas as perspectivas para a safra 2018/19. Em relação à safra 2017/18, as principais mudanças ocorreram por parte da demanda. E mesmo sendo um pouco inferior ao realizado nesse ano, a safra nova poderá registrar estoques finais ainda menores”, apontam os analistas.

As exportações mato-grossenses ficaram previstas em 19,24 milhões de toneladas, aumento de 6,81% comparado a safra 2016/17. Esta modificação é pautada no aumento da demanda internacional pela soja brasileira, que por sua vez, é reflexo das tensões comerciais entre Estados Unidos e China, além da quebra de safra na Argentina. O consumo de soja para esmagamento vem mantendo-se firme em Mato Grosso, sendo este indicador revisado para 9,67 milhões de toneladas. E o consumo interestadual ficou estimado em 3,79 milhões de toneladas. Assim, com a oferta da temporada consolidada em 32,9 milhões de toneladas (somando-se produção e estoques iniciais) e a demanda projetada em 32,71 milhões de toneladas, é esperado um estoque final na ordem de 197,48 mil toneladas.

Veja também


Enquete
Que nota você dá para a Administração Municipal de Sorriso em 2018?
  • Parcial