Sorriso FM 99,1

24/10/2018 11:53
Lida 468 vezes.

Fernando Luiz com assessoria

Pedido de recontagem de votos formulado pelo PROS em seis zonas eleitorais de Mato Grosso foi negado pelo desembargador Pedro Sakamoto, que é presidente da Comissão Apuradora das Eleições do TRE-MT.

O pedido, na verdade, partiu de Gisela Simona, que foi candidata a deputada federal pelo PROS e obteve 50.682 votos, sendo a candidata mais votada em Cuiabá. Apesar da expressiva votação para uma candidata de primeira viagem, Gisela não foi eleita, ficando na suplência.

Após as eleições de 7 de outubro, a assessoria jurídica de Gisela formulou junto ao TRE, um pedido de explicações e recontagem de votos em seis zonas eleitorais. Argumentou que durante a apuração dos votos algumas urnas apresentaram “problemas e atrasos”. Porém, Pedro Sakamoto não acolheu os argumentos e negou a recontagem de votos.

Veja também


Enquete
Você é contra ou a favor da redução da verba indenizatória para deputados e servidores de alto escalão do Poder Legislativo de MT, proposta pelo deputado estadual Ulysses Moraes (DC).
  • Parcial