Sorriso FM 99,1

08/10/2018 10:24
Lida 219 vezes.

G1/MT

Jayme Campos, do DEM, e a Juíza Selma Arruda, do PSL, foram eleitos neste domingo (7) senadores por Mato Grosso para os próximos oito anos. Com 100% das urnas apuradas, Selma tinha 678.542 mil votos, o que corresponde a 24,65% dos votos válidos e Jayme 17,82%.

Confira a apuração completa no estado.

Neste ano o eleitor escolheu dois candidatos ao Senado porque o mandato é de oito anos, mas as eleições ocorrem de quatro em quatro anos. Assim, a cada eleição, a Casa renova, alternadamente, um terço e dois terços de suas 81 cadeiras. Neste ano, 54 vagas estavam em disputa no país.

Selma Arruda é juíza aposentada e esteve à frente da Vara Contra o Crime Organizado de Cuiabá.

"O povo fugiu das fake news e das máculas que fizeram ao meu respeito. Os eleitores não é mais bobo e fico muito orgulhosa do povo de Mato Grosso. Esse jogo sujo não apagou a minha imagem e minha história aqui em Maro Grosso", afirmou a Juíza Selma Arruda.

Jayme Campos é ex-senador, ex-governador de Mato Grosso e ex-prefeito de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá.

"Vou contribui com Mauro lá em Brasília, ajudando naturalmente, com os melhores projetos para Mato Grosso", declarou Jayme.

Campanha

Durante o tempo de campanha, Jayme Campos afirmou que é a favor que o Congresso Nacional aprove uma norma que libere o uso de terras indígenas para a produção.

Já a Juíza Selma Arruda defendeu o porte de arma ao 'cidadão de bem'e afirmou que é contrária ao aborto e à legalização da maconha.

Veja também


Enquete
Em sua opinião, qual o principal desafio dos educadores?
  • Parcial