Sorriso FM 99,1

27/09/2018 15:44
Lida 262 vezes.

Fernando Luiz com assessoria

Representantes públicos, privados e da socidade civil da cidade de Sorriso, no Mato Grosso, assinaram uma Carta de Intenções que tem como objetivo formalizar a aliança para a construção local das bases da estratégia PCI – Produzir, Conservar, Incluir, visando uma produção mais sustentável na região. A assinatura marca a formalização do direcionamento das ações que serão trabalhadas no Pacto de Sorriso em cada um dos eixos P, C e I. Essa visão foi discutida e definida em parceria pelos atores locais: Prefeitura, Sindicato Rural, Sindicato Rural da Agricultura Familiar, ONG´s, representantes dos assentamentos, EMPAER – Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural, SEBRAE, IFMT - Instituto Federal de Mato Grosso, entre outros.

O documento foi assinado entre a Iniciativa para o Comércio Sustentável (IDH) e a prefeitura de Sorriso, assim como os sindicatos, assentamentos e parceiros locais.Sorriso é o município que, individualmente, mais produz grãos no Brasil: 3% da produção nacional e 17% da estadual. Em 600 mil hectares agricultáveis, produz mais de 5,6 milhões de toneladas de grãos em um único ciclo de cultura; além de 26,4 mil toneladas de pluma de algodão. A soja é a principal cultura, atingindo quase 84% da produção, seguida de forma direta pelo milho.A parceria irá estabelecer objetivos e metas de sustentabilidade para os eixos de produção, conservação e inclusão. Uma estrutura de governança que irá possibilitar a captação de recursos a serem investidos na produção local e na agricultura familiar da região serão desenvolvidas, ao mesmo tempo em que irá apoiar ações para a redução do desmatamento ilegal e adequação das propriedades dos municípios ao Código Florestal.

União de projetos podem trazer eficácia nas suas conclusões

O evento aconteceu no Sindicato Rural de Sorriso e contou com a presença do prefeito, Ari Genezio Lafin, do presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Tiago Stefanello, do presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Sorriso, Edenir Gonçalves; representantes dos assentamentos rurais, cooperativas e da sociedade civil. Após a assinatura, será iniciada a fase de aprofundamento das discussões para o avanço na definição de metas, ações, responsabilidade e custos para implementação que deverá acontecer nas próximas semanas; a intenção é ter as bases definidas e formalizadas até o final de outubro. Os pactos são acordos construídos entre os setores público, privado (empresas e produtores) e outros representantes da sociedade, visando estabelecer a cooperação e empregar os esforços necessários para promover ações que contribuam para o desenvolvimento econômico sustentável do município, sendo apoiados pela IDH em sua estratégia e concepção. A implementação do pacto de Sorriso está sendo feita em parceria com a Natcap.

Veja também


Enquete
Tramita na Câmara Municipal um Projeto de Lei que prevê a obrigatoriedade do plantio de grama em terrenos baldios.
  • Parcial