Sorriso FM 99,1

09/08/2018 06:27
Lida 433 vezes.

Assessoria

A maior operação logística de Mato Grosso está prestes a ser iniciada pela Justiça Eleitoral. Para garantir que todos os 1.491 locais de votação espalhados pelo Estado recebam a urna eletrônica, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) vai iniciar o transporte das 8.395 urnas disponíveis para 2018 já na segunda quinzena de agosto. Ao todo, Mato Grosso possui 7,3 mil seções de votação, sendo que o excesso de urnas é disponibilizado para possíveis substituições por problemas dos equipamentos no dia da eleição.

A distribuição das urnas é feito via transportadora, onde elas são levadas diretamente da sede do TRE para os Cartórios Eleitorais. As informações sobre a eleição (como exemplo: os eleitores da seção, dados biométricos, candidatos, fotos e números dos candidatos) são inseridos pelo cartório. Somente na véspera, ou mesmo no dia da eleição, as urnas são levadas para os locais de votação.

Entre uma eleição e outra, as urnas ficam guardadas na sede do TRE-MT, Casa da Democracia. Neste período, os servidores da Justiça Eleitoral realizam testes exaustivos nas urnas, utilizando o software Sistema de Testes Exaustivos(STE), que verifica todos os componentes e software do equipamento. “São também efetuados simulados nacionais de hardware, onde são feitas votações exaustivas em cerca de 400 urnas de todos os modelos disponíveis, para averiguação de possíveis falhas no hardware e no software. Detectadas as falhas, são feitos os reparos e substituição de peças. Também realizamos as recargas da bateria interna com regularidade”, destacou o coordenador de Sistemas Eleitorais, Ailton Lopes dos Santos Júnior.

Nas eleições gerais deste ano, serão utilizadas as urnas modelos 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015. As urnas modelo 2008 não serão utilizadas por serem antigas, porém, estão preparadas para uma eventual contingência de urnas. As urnas modelo 2006 serão utilizadas exclusivamente em Mesas Receptoras de Justificativas. Já 634 urnas modelo 2004 foram “aposentadas” devido sua defasagem tecnológica.

A transmissão dos votos das urnas é realizado de três formas. Com o sistema Transportador, utilizando computadores e rede da Justiça Eleitoral. Através da Internet, utilizando por exemplo a conexão banda larga e computador do local de votação, criando uma VPN que se conecta à rede da Justiça Eleitoral, possibilitando o envio de dados via Sistema Transportador. E ainda via satélite, utilizando o BGAN (Broadband Global Area Network), para áreas remotas. O BGAN pode se conectar à Internet praticamente em todos os pontos do planeta, contanto que haja uma visada aos 3 satélites geoestacionários que utiliza. A vantagem do BGAN é se constituir em um equipamento compacto (menor que um notebook) e pode ser transportado com facilidade.

As eleições 2018 serão realizadas no dia 07 de outubro, e no caso de um segundo turno, 28 de outubro.

Veja também


Enquete
Tramita na Câmara Municipal um Projeto de Lei que prevê a obrigatoriedade do plantio de grama em terrenos baldios.
  • Parcial