06/06/2018 06:17

Quantidade de visualizações: 375

Assessoria

Com o livre tráfego de caminhões pelas rodovias, a situação nos hospitais regionais de Mato Grosso voltou à normalidade e as unidades iniciaram nesta terça-feira (05.06) os agendamentos das cirurgias eletivas que foram canceladas entre os dias 29 de maio e 04 de junho. Assim, a partir desta quarta-feira (06.06) estes procedimentos serão retomados.

Conforme o secretário-adjunto de Gestão Hospitalar, Cassiano Falleiros, os caminhões já estão transportando para os hospitais regionais materiais hospitalares, medicamentos, alimentos, gás de cozinha, cujos estoques baixaram, preocupando a direção das unidades. A suspensão das cirurgias eletivas foi deliberada pelo Comitê Gestor de Crise do Governo de Mato Grosso porque durante a paralisação o abastecimento nas unidades foi prejudicado e também o deslocamento das pessoas devido à falta de combustíveis nos postos.

“É preciso ressaltar que nesse período não houve nenhum prejuízo à população e os atendimentos de urgência e emergência nos hospitais foram prestados normalmente. E também não houve nenhum relato de falta de atendimento na Farmácia de Alto Custo e nas unidades especializadas”, explicou Cassiano Falleiros.

Em Sinop, o estoque de medicamentos na farmácia do hospital regional praticamente zerou, e a situação só foi normalizada porque na última quarta-feira, 30 de maio, um helicóptero do Exército Brasileiro levou de Cuiabá 263 quilos de materiais hospitalares e medicamentos, adquiridos de forma emergencial pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). É que um caminhão que levaria para o hospital uma carga de remédios comprada pela SES ficou retido na divisa de Goiás com Mato Grosso, por causa da paralisação dos caminhoneiros.