Sorriso FM 99,1

16/05/2018 10:44
Lida 560 vezes.

Assessoria

A equipe da adjunta de Empreendedorismo e Investimento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), por meio da Coordenadoria de Artesanato, promove nesta quarta e quinta-feira (16 e 17), duas visitas técnicas no interior de Mato Grosso para levar palestras e orientações.

A primeira parada ocorre em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá), onde a equipe estará na Casa do Artesão recebendo os artistas manuais para cadastramento e renovação da Carteira do Artesão, das 08h às 11h e das 13h às 17h. Já na quinta (18), o município de Sorriso recebe os técnicos da Sedec, que estarão na Biblioteca Monteiro Lobato atendendo os artesãos locais que desejam atualizar sua situação cadastral no Programa do Artesanato Brasileiro (PAB).

A agência de fomento do Governo, Desenvolve MT, também participará da agenda levando ao conhecimento dos artesãos as atuais linhas de crédito disponíveis para o segmento, como as opções para os microempreendedores e empreendedores individuais.

Como explica a coordenadora do Artesanato da Sedec, Lourdes Sampaio, essas ações são importantes para fortalecer os canais de comunicação com a classe, saber as demandas e dar as devidas orientações.

“Por estarem distantes da capital, muitas vezes, os artesãos encontram dificuldades para renovarem suas carteiras ou mesmo dar início ao trabalho. Além disso, queremos divulgar mais as linhas de financiamento que podem ajudar muitos deles a crescer na profissão. Ao invés de ficarmos esperando que eles nos procurem, a gente vai ‘in loco’ para mostrar que é possível e que estamos trabalhando pelo segmento”, pontua.

PAB

O cadastro de artesãos e trabalhadores manuais no Programa de Artesanato Brasileiro (PAB) do Governo Federal e a emissão da Carteira de Artesão é feito de forma gratuita.

Para se cadastrar no PAB, o artesão precisa apresentar ao menos uma peça de sua produção, levar uma foto 3x4, cópia do RG, CPF e comprovante de residência, e preencher a ficha de cadastro que será disponibilizada durante o atendimento. Com o cadastro no PAB o artesão poderá participar de feiras regionais e nacionais, por meio do programa, além de facilitar o acesso à linhas de crédito.

O PAB foi instituído com a finalidade de coordenar e desenvolver atividades que visam valorizar o artesão brasileiro, elevando o seu nível cultural, profissional, social e econômico, bem como, desenvolver e promover o artesanato e a empresa artesanal, no entendimento de que artesanato é empreendedorismo.

Veja também


Enquete
Como você avalia o atendimento às ocorrências de reclamações de "Som Alto" em Sorriso?
  • Parcial