Sorriso FM 99,1

01/02/2018 16:08
Lida 945 vezes.

GD


A forte chuva que atingiu a Capital mato-grossense e também Várzea Grande deixou ruas e avenidas alagadas nessa tarde de quinta-feira (1º). Pedestres ficaram ilhados em pontos de ônibus e nos comércios da região, enquanto alguns motoristas tiveram que alterar a rota para desviar de bloqueios e excesso de enxurradas. Veja os vídeos no final da matéria.

Entre o Córrego 8 de Abril e avenida Senador Metelo, gelos baianos bloqueiam a passagem onde uma cratera se formou no último sábado (27) devido à forte chuva e tem aumentado nos últimos dias. Os 2 sentidos da via estão interditados e motoristas fazem desvios na região. A Secretaria de Obras do município afirmou ao jornal A Gazeta que não há previsão de início dos trabalhos de revitalização e restauração no local.

Na avenida São Sebastião uma via alagada fez com que os motoristas desviassem da grande quantidade de água, alterando o trajeto pela rua Otávio Cunha, entrando na avenida Brasil e utilizando a rua Manoel Cavalcante Proença.

Mais adiante, o condutor que tentava passar por um trecho da avenida Ipiranga também optou por encontrar outro caminho, devido ao alagamento da via.

No Córrego da avenida 8 de Abril, onde tinha uma cratera em que havia obras de revitalização e restauração, a Prefeitura bloqueou a passagem nos dois sentidos e a cratera aumentou de tamanho.

Na altura da avenida Marechal Deodoro, antes da Avenida Mato Grosso o trânsito ficou travado e ninguém passava pelo local.

Semáforo da avenida Coronel Escolástico com a Prainha parou de funcionar durante a forte chuva e um agente de trânsito estava no local orientando o tráfego.

Depois de mais de meia hora de chuva forte os pedestres voltaram a circular pela Prainha, onde as águas já começam a escoar.

Na Avenida Miguel Sutil, na região da Tricheira do Santa Rosa, também houve congestinamento. No local, por causa das obras de reparo na trincheira o trânsito está liberado em apenas uma parte da pista o que por si só já causa congestinamentos diariamente. Com a chuva, a situação se agravou e as filas de veículos aumentaram de forma considerável nesta tarde. Quem passa pelo local precisa ter cautela.

Veja também


Enquete
Em sua opinião, qual o principal desafio dos educadores?
  • Parcial