13/01/2018 16:24

Quantidade de visualizações: 544

Fernando Luiz com MT Agora - Rafael Costa | DC

Ex-prefeito de Lucas do Rio Verde por três mandatos, o empresário Otaviano Pivetta descarta a possibilidade de ser candidato a algum cargo eletivo em outubro deste ano.

Nos últimos dias, surgiram rumores de que Pivetta poderia reeditar a aliança firmada em 2010 com o empresário Mauro Mendes da qual foi candidato a vice-governador. No entanto, alegando que sua missão na política já foi cumprida, Pivetta descarta veementemente aderir a algum projeto político.

“Entendo que já dei minha parcela de contribuição como prefeito de três mandatos em Lucas do Rio Verde, um mandato de deputado estadual e secretário de Agricultura no primeiro mandato do ex-governador Blairo Maggi. Agora, me dedico só a atividade empresarial”, disse.

Pivetta é acionista majoritário em companhias agrícolas como a Vanguarda Agro da qual é um dos fundadores e trabalha com produção de soja, milho e algodão. No período em que administrou Lucas do Rio Verde como prefeito, conseguiu alavancar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) tornando o município referência em qualidade de educação básica.

Questionado a respeito da decisão permanente de não prosseguir mais na política, Pivetta evita falar em desilusão ou decepção com a classe política. “Agradeço a lembrança do meu nome, o que comprova o meu trabalho positivo na vida pública. Mas, dou como encerrada minha participação”, ressalta.

A possibilidade de Pivetta ser escolhido vice-governador para uma composição com o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes foi lançada pelo presidente do diretório estadual do PP, deputado federal Ezequiel Fonseca. O partido trabalha com a possibilidade de filiação de Mendes diante da iminência de saída do PSB.