04/01/2018 12:41

Quantidade de visualizações: 1025

Heverton Luiz

O primeiro mês do ano é chamado Janeiro Roxo, campanha mundial de combate a hanseníase, que é uma doença crônica, infectocontagiosa e é transmitida de uma pessoa doente, que não esteja em tratamento, para uma pessoa saudável suscetível.

Em entrevista à Rádio Sorriso a doutora Juliana Reis, Dermatologista e hansenóloga, destacou que a hanseníase é uma doença que tem uma prevalência muito grande em Mato Grosso, onde, na cidade de Sorriso existem muitos casos. “É uma doença que deve ser diagnosticada o mais precoce possível, para que possamos evitar as incapacidades físicas, se demorarmos para diagnosticar poderá ter sequelas para o resto da vida”.

Com relação aos sintomas, a doutora Juliana destacou que a doença se caracteriza por lesões, perda da força motora, formigamento de membros, dormências e câimbras. “A pessoa que tem casos na família, convivência com pessoa que teve a doença, tem que procurar para ser investigado”.

O tratamento da doença é feito pelo Sistema Único de Saúde em todas as unidade de saúde de Sorriso e o tempo varia entre 6 meses a 2 anos.



A entrevista completa com a Doutora Juliana Reis irá ao ar no Programa a Voz do Povo desta sexta-feira (05) a partira das 10 horas.