19/12/2017 07:12

Quantidade de visualizações: 844

Olhar Direto


O analista ambiental André Torres Baby irá assumir interinamente a secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e deve permanecer no cargo até janeiro de 2018. A informação foi confirmada pelo ex-secretário e vice-governador Carlos Fávaro, que oficializou sua saída da pasta após um ano e oito meses.

De acordo com Fávaro, que vai assumir a cadeira de governador na semana que vem enquanto Pedro Taques (PSDB) sairá para tratar da saúde, uma portaria será emitida ainda hoje nomeando André Baby para assumir o cargo interinamente.

“Nossa equipe está muito apta a dar rumo nesta seqüência do rumo do nosso trabalho. Como eu preciso assumir pela saída do governador para fazer um tratamento de saúde e o descanso merecido no fim do ano a partir da semana que vem, vou emitir uma portaria hoje designando o secretário executivo André Baby para que fique como secretário interino até que o governador decida definitivamente quem será o novo secretário de Meio Ambiente”, afirmou.

Carlos Favaro assumiu a titularidade da pasta no mês de março de 2016 após a promotora Ana Peterline deixar o cargo em decorrência da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que impede que membros do Ministério Público ocupem cargos no Poder Executivo.

O vice-governador passou 20 meses à frente da pasta. Aos jornalistas que acompanharam o anúncio de sua saída na tarde de hoje, Fávaro disse estar de cabeça erguida e com números fez o balanço de sua gestão na Sema.

“Fizemos gestão de resultados. E os números são incontestáveis. Reduzimos o desmatamento que teve o reconhecimento internacional. Modernizamos muito o licenciamento, reduzimos o tempo médio de 272 dias para 146 dias. A efetividade é plena e com toda a certeza cumprimos a missão de melhorar a Sema deixando menos ‘atrapalhadora’ para o cidadão mato-grossense”, declarou.

O secretário interino André Luis Torres Baby, além de engenheiro florestal é analista ambiental da Sema desde 2005.