14/12/2017 07:16

Quantidade de visualizações: 2894

SAÚDE NA UTI

Ivan Oliveira


Mais de 200 funcionários do Hospital Regional de Sorriso devem aderir a paralisação, hoje, que cobra o pagamento dos salários de 15 dias trabalhados em novembro e direitos trabalhistas dos serviço prestado até que fossem demitidos, em outubro. Eles fazem parte dos demitidos em massa pelo OSS que prestava serviço na unidade. A maioria foi recontratada através de processo seletivo, mas agora diretamente pelo governo estadual.

Uma manifestação deve ocorrer ainda pela manhã em frente ao Tribunal Regional do Trabalho de Sorriso. Segundo Amanda Petkowicz, uma das coordenadoras do movimento, caso não haja pagamento ainda hoje, os manifestantes pretendem fechar a BR 163 amanhã. O manifesto conta com apoio de vereadores.

"Tem gente que trabalhou, não recebeu e esta passando fome, com ordem de despejo para este fim de semana", contou uma enfermeira.

Procurada a diretora do HRS, Luciele Benin, disse que não foi comunicada pelos funcionários e afirmou desconhecer a paralisação.

Volte em instantes para mais informações.