03/11/2017 08:55

Quantidade de visualizações: 673

Roberto Santos

Em nota à Rádio Sorriso a Secretaria de Estado de Educação não admite que há falta de repasses a Escola Estadual 13 de maio. A situação foi denunciada por pais que receberam um bilhete da escola informando sobre o problema.

A diretora da escola, Márcia Magalhães relatou com emoção que a alimentação seria cortada porque não tinha como pagar os fornecedores. ”Por falta de verba, um mercado já parou de fornecer e eu não tenho como continuar” destaca a gestora.

A diretora pretende marcar na segunda-feira uma reunião com os pais dos alunos para buscar uma solução. “É desumano o que está acontecendo” reforça Márcia.

De acordo com a diretora, a escola está com 1600 alunos e falta dinheiro para o mínimo que é a merenda. A escola atua em três períodos. A última refeição aconteceu na última quarta-feira (01/11).

NOTA DA SEDUC

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informa que:

O repasse para a alimentação escolar para a Escola Estadual 13 de Maio, localizada em Sorriso, se encontra em dia. A Seduc realizou o repasse referente ao mês de outubro de 2017.

Sobre o pagamento da terceira parcela do Plano de Desenvolvimento Escolar (PDE), recurso que é administrada pela direção das unidades escolares, a Seduc informa que realizou o repasse de 100% do capital e 50% da quantia destinada ao custeio.

Destacamos que Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) irá repassar o restante do valor, assim que houver disponibilidade no caixa do Governo.

A Seduc ressalta que o quarto repasse do PDE, previsto para ser realizado em dezembro, está garantido.