18/10/2017 11:10

Quantidade de visualizações: 1284

G1/MT

O prefeito de Confresa, Ronio Condão (PSDB), determinou através de decreto que os pacientes e acompanhantes devem pagar pelas passagens para viagens necessárias para tratamentos médicos.

A medida foi adotada devido a crise financeira. De acordo com o prefeito, o município irá economizar importantes recursos na Secretaria Municipal de Saúde. O que chama atenção é que Ronio é médico, atuava no hospital Municipal, onde foi até diretor clínico. Por isso, segundo a população ele tem ciência das dificuldades e necessidades da população.

A cidade de Confresa fica na região do Araguaia, distante cerca de 1.200 quilômetros de Cuiabá. “Se precisamos de algum exame temos três opções, Cuiabá, Palmas e Goiânia. Todas são longes e as passagens acima de R$ 200,00 o que é muito pesado para a população, principalmente de baixa renda”, destacou um morador de Confresa que entrou em contato com a nossa equipe de reportagem, mas pediu anonimato uma vez que é servidor e tem medo de ser perseguido.

“A grande maioria deixará de fazer os tratamentos, aqui não tem nem como fazer o exame de mama sem viajar”, concluiu.