17/07/2017 11:44

Quantidade de visualizações: 1844

assessoria

Em uma ação integrada, policiais civis e militares apreenderam 98 tabletes de pasta base de cocaína e três armas longas – um gauge 12 semiautomático de origem turca, uma espingarda calibre 22 e uma calibre 36 – na Fazenda São Francisco, em Guiratinga (317 km a Sudeste de Cuiabá). A droga foi descoberta por acaso por uma denúncia de suspeita de roubo de carga.

Por volta das 7h30 do último sábado (15), o investigador Magno Rosa Martins recebeu uma ligação cuja informação era de que uma carreta havia saído da MT-270, que liga Rondonópolis a Guiratinga. O veículo teria entrado numa estrada de chão andando em zigue-zague e escoltado por um Voyage esverdeado, uma Frontier prata e um Golf prata.

Ele pediu apoio da Polícia Militar (PM-MT) e, juntos, foram ao local e chegaram até a estrada que leva a Fazenda São Francisco. Próximo à entrada, viram o rastro de algo que havia sido arrastado para dentro da propriedade. Eles avistaram a carreta, que estava carregada com milho, a Frontier e o Voyage.

“A mulher do gerente da fazenda disse que tinha comprado a carga de milho, que os veículos chegaram ontem na propriedade. Fizemos uma busca na região e achamos o Golf e o cavalinho da carreta em meio ao matagal. O filho do proprietário da fazenda primeiro se apresentou como amigo e depois como filho do dono da fazenda. Com base nesses desencontros de informações, fizemos uma busca na casa do gerente e em um dos cômodos encontramos a droga e as armas”, explicou o investigador.

Os dois filhos do gerente da fazenda e outras duas pessoas que participaram da ação se esconderam na mata. “Não tínhamos como prendê-los, porque além de estarem armados com espingardas, estávamos em menor número e dentro do território deles”, explicou o tenente PM Vinicius Goés.

Foi determinado o cerco na região para prender os quatro suspeitos. O Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra) da Polícia Judiciária Civil (PJC) e a Força Tática da PM foram acionados. A ação também contou com o apoio da Polícia Militar de Tesouro, São José do Povo e Poxoréu.

O gerente da fazenda e a esposa, além do filho do proprietário da fazenda, com a esposa e uma adolescente de 17 anos, foram levados para a delegacia para dar explicações sobre as armas e a droga. Fotografia:Divulgação