12/07/2017 10:33

Quantidade de visualizações: 1709

Eduardo Turella com Jonatha Keneedy

Uma mulher, cuja identidade será preservada, afirmou ter sido vítima de humilhação por parte do assessor adjunto da Secretaria de Assistência social de Sorriso, Adriano Rigosk.

Ela (vítima) relatou para as autoridades policiais que trabalhou cerca de 4 anos e 7 meses na casa abrigo e informou ter sido demitida pelo senhor Adriano, pois a mesma dormiu com uma usuária da casa abrigo, pois ela necessitava de cuidados. Ela teria dormido a pedido de uma outra funcionária.

A ex-funcionária afirmou que no ato da demissão foi chamada de ‘sapatona’ pelo acusado.

Outro lado

Adriano Rigosk confirmou ter demitido a cuidadora, pois a mesma dormiu no quarto de uma das acolhidas, o que é terminantemente proibido. Ele ainda ressaltou que a coordenadora também foi demitida.

Adriano disse não ter chamado a ex-funcionária de ‘sapatona’, “tenho anos de gestão e jamais tomaria essa atitude. Não utilizo e nem utilizaria esse tipo de palavreado.

​Sorriso: Ex-funcionária denuncia assessor adjunto da assistência social, “me chamou de sapatona”​Sorriso: Ex-funcionária denuncia assessor adjunto da assistência social, “me chamou de sapatona”