20/05/2017 17:41

Quantidade de visualizações: 343

assessoria

O aprimoramento de tecnologias na pecuária, mudanças climáticas, economia, gestão e outros fatores que impactam da porteira para dentro, conduzirão debates entre cerca de 1000 pecuaristas, de todas regiões do país, que se reunirão em Campo Grande, nos dias 23 e 24 de maio, durante o Simpósio de Gado de Corte, Confinar 2017. O evento acontecerá no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, com programação entre 8h e 19h, em ambos os dias.

Segundo a organização apesar dos entraves, o que buscam discutir no Confinar são os avanços e as novas tecnologias, que capacitarão o produtor para produzir cada vez mais e melhor, de forma tecnificada. “Apesar de um momento delicado no Brasil, o que queremos é discutir o potencial do pecuarista de se renovar, e o diferencial de cada propriedade. Somente com gestão e inovação, conseguiremos manter a pecuária nos trilhos, apresentando a capacidade do produtor rural de fazer o que mais sabe, fazer pecuária de qualidade”, assegura Rodrigo Spengler, da BeefTec, organizador do evento.

Palestras com conteúdos voltados à administração de empresas familiares, adequações nutricionais para o rebanho, potencialização da produção de carne, mercado do boi gordo e dos grãos, contemplam a programação do Confinar 2017.

“Vamos receber pecuaristas de todo Brasil com a finalidade de debater em cima de quatro eixos: mercado, integração, produção e sustentabilidade. Com esses itens, reuniremos todas as estratégias necessárias para lidar e entender o futuro da atividade da produção de proteína animal no Brasil”, constata Edgar Sperb, membro da comissão organizadora do evento.

Para se inscrever os produtores rurais devem acessar o site www.confinar.net.