16/05/2017 09:14

Quantidade de visualizações: 229

Eduardo Turella com Assessoria

Estão no Aeroporto Regional Adolino Bedin duas aeronaves modelo Air Tractor 802 F, com capacidade de transporte de três mil litros de água para combate aéreo de grandes extensões. Segundo o tenente-coronel BM Hector Péricles de Castro, que responde pelo Comando Regional III e reuniu-se com o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, na manhã de hoje (15), as aeronaves são as mais eficientes para este tipo de ação. “Viemos agradecer a sensibilidade do prefeito que nos auxiliou a instalar nossa base aérea de Combate Incêndios Florestais no aeroporto de Sorriso, bem como enaltecer a importância da base do Ciopaer, que está sendo implantada aqui, que promoverá segurança não apenas para Sorriso, mas para toda a região”, destacou o militar, lembrando que os aviões que ficarão no município farão o atendimento de ocorrências em todo o Estado de Mato Grosso.

Hector destacou ainda o apoio do suplente do deputado federal Ederson Dal Molin na gestão para a vinda da Base Aérea de Combate a Incêndios Florestais para o município, lembrando ainda que o Serviço de Prevenção, Salvamento e Combate a Incêndios em Aeródromos Civis (Sescinc) que está sendo instalado no Aeroporto é a melhor estrutura do Estado.

“É com alegria que recebemos hoje os representantes do Corpo de Bombeiros com esta boa notícia para Sorriso e região”, declara Lafin, destacando que a vinda desta base aérea traz mais segurança a toda a população, evitando assim prejuízos ambientais, financeiros, e , principalmente, garantindo a saúde e o bem-estar de toda a população.

Junto com o comandante regional do Corpo de Bombeiros, quem também acompanhou a reunião foi o diretor de Administração Institucional do Comando-geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Giovani Eggers. Além deles, outros integrantes do Corpo de Bombeiros estão no município para a Semana de Prevenção e Preparação para Incêndios Florestais, que começou hoje e segue até sexta-feira, no Sindicato Rural de Sorriso.

Na manhã de hoje, o tenente BM Paulo André Barroso, comandante do Batalhão de Emergências Ambientais, palestrou sobre como está sendo feito o planejamento das ações para o combate a incêndios florestais em todo o Estado, abrindo oficialmente a programação da Semana, promovida pela Aprosoja, Sindicato Rural e Corpo de Bombeiros.

Em Sorriso, bem como na região, a preocupação não é somente com as florestas, mas também com as lavouras, com destaque para a cultura do milho, uma das mais suscetíveis a incêndios de grandes proporções. O comandante da 10.ª Companhia Independente Bombeiro Militar de Sorriso, capitão BM Weber Dionísio Batista Júnior explica que a programação da semana inclui “Curso de geoprocessamento para incêndios florestais”, “Curso de brigada de incêndio florestal”, “Treinamento de combate aos incêndios Florestais com o uso de aeronaves”.

Quem conduzirá as atividades para o “Curso de brigada de incêndio florestal” é o tenente BM Lucas de Sousa Brito, especialista na área, que falará para 30 profissionais que atuam em fazendas e receberão instruções para coibir ou mesmo controlar incêndios em lavouras. A formação inclui aula prática, em que haverá uma queima controlada.

O curso de geoprocessamento é destinado a bombeiros de todo o Estado, além de profissionais do Pará, da Bahia e um representante do Sindicato Rural. O objetivo deste curso é permitir que os profissionais aprendam a fazer mapeamento de focos de calor para poder monitorar as equipes para o combate.

Na sexta-feira, às 17 horas, no Sindicato Rural, será proferida uma palestra sobre a prevenção de incêndios em lavouras de milho, aberta ao público e especialmente direcionada a produtores rurais.