18/04/2017 08:32

Quantidade de visualizações: 484

Eduardo Turella com Gazeta Digital

Mãe e padrasto de duas crianças de 7 e 5 anos são suspeitos de agredirem e abusarem sexualmente delas, além de praticarem sexo em suas presenças. Um tio das crianças também é acusado do crime de maus-tratos contra elas.

A menina de 7 e o menino de 5 residem com a mãe, a suspeita E.M, 25, e com o padrasto, conhecido por “Pezão”, na rua Golfinho, bairro Praeirinho, em Cuiabá.

Segundo a denúncia registrada pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), os irmãos são submetidos a agressões verbais, sendo inclusive chamados de “capetas”, “diabos”, apanham com mangueira de água e sofrem abuso sexual.

Ainda conforme a denúncia, o casal pratica sexo na presença das crianças. A menina frequenta escola, porém, falta muito e tem dificuldade de aprendizagem, enquanto o irmão, não está matriculado em nenhuma unidade.

Um tio também teve o nome citado como outro agressor. A residência é considerada insalubre, em péssimas condições de higiene, e as crianças estão com piolhos. A situação passará a ser investigada pela delegacia, que deve acionar o Conselho Tutelar, pois segundo a denúncia, nenhum órgão de proteção à criança tinha comparecido ao local.