10/04/2017 09:49

Quantidade de visualizações: 129

Fernando Luiz / jornalismo

Depois de aprovada por unanimidade pelo “cartão verde” na 15ª Assembleia Geral Ordinária do Sicredi Celeiro do Mato Grosso em 2017, a chapa da nova diretoria encabeçada por Laércio Lenz e demais membros - vice presidente e Conselho Fiscal – deverá ser minuciosamente avaliada pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central.

Laércio Lenz, salientou que, pelas apresentações nas assembleias os números do Sicredi, o crescimento da instituição, encabeçar esta chapa é sentido de muita responsabilidade.

“Realmente, hoje nós temos uma instituição que é muito saudável com uma carteira de empréstimo excelente, um quadro de colaboradores de qualidade e nos pretendemos dar continuidade neste trabalho e teremos que demonstrar muita confiabilidade a todos os associados, visando novos investimentos e assim buscarmos maior rentabilidade visando fortalecer esta corrente”, comentou num primeiro momento.

O novo presidente destacou possuir um perfil muito semelhante com o atual presidente - Sadi Beledelli - e exercer um trabalho de muita seriedade.

Laércio comentou que o atual presidente deixa o cargo maximo da instituição por vontade pessoal depois de catorze anos como presidente e prosseguirá na diretoria.

“Nós convidados o Beledelli para prosseguir no Conselho para nos ajudar, precisamos explorar todo o seu conhecimento e que queremos pegar este direcionamento e continuar da forma que estamos trabalhando e vamos buscar no associado algumas criticas para poder melhorar e o cartão de avaliação, será analisado em todos seus itens e o associado tem a oportunidade de opinar a instituição que ele –associado – quer.

Os números apresentados na Assembleia e os saldos positivos, imperam para esta nova diretoria uma grande responsabilidade e este fato foi comentado pelo futuro presidente.

“Com certeza estes números dão para a nossa diretoria uma responsabilidade muito grande, mas estamos nos preparando para este cargo já algum tempo assim como os novos integrantes desta diretoria e agora na reta final, nosso nome foi aprovado em todas as assembleias e hoje acumulamos três mandatos como conselheiro fiscal e um mandato de Administração, conhecemos o funcionamento da máquina e vamos assumir com a maior seriedade além de que, você fazer crescer algo que já está em alta não é nada fácil, mas vamos tentar melhorar mais a nossa cooperativa, concluiu o futuro presidente.