08/03/2017 16:34

Quantidade de visualizações: 275

Folha Max


Em Mato Grosso, foram registradas 170 tentativas de fraudes ao sistema eleitoral durante o ano de 2016. Os títulos foram cancelados antes das eleições e os portadores não puderam votar. Os casos estão sendo investigados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e pela Polícia Federal. No ano passado foram identificadas mais de 15 mil fraudes em todo o país.

"Nós temos várias hipóteses para isso. Pode ter acontecido erro técnico, pode ter acontecido duplicidade por falha do operador, pode ter acontecido principalmente tentativa de fraude por parte de eleitores que queriam ter mais de um título eleitoral", disse Valmir Milhomem, diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

No estado, quase um milhão de pessoas devem ser cadastradas no sistema de biometria da Justiça Eleitoral para poder votar usando a impressão digital. A ideia é garantir um sistema mais seguro. O cadastramento biométrico teve início em 2013.

Atualmente, Mato Grosso tem 594 mil eleitores no cadastro biométrico e a ideia é cadastrar mais 400 mil até a próxima eleição.