17/02/2017 10:40

Quantidade de visualizações: 833

Eduardo Turella com Só Notícias

O homem de 62 anos foi preso por policiais militares acusado de estuprar uma cadela em sua residência, no bairro Jardim Veneza, ontem, por volta das 18h. Os maus tratos ao animal foi gravado, por meio de um aparelho celular, sem o acusado perceber.

Segundo consta no boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada pela Associação Protetora dos Animais (Apams) que recebeu a denúncia por meio do vídeo gravado. Ainda no local, os militares tiveram acesso ao vídeo comprovando o abuso.

Quando a PM chegou, o homem não estava na residência. Minutos depois, ele apareceu e foi surpreendido com a presença dos policiais. Ele foi preso e encaminhado à delegacia da Polícia Civil. A cadela que aparece no vídeo não foi encontrada. Uma outra cachorra que estava na residência, e pertence ao acusado, foi recolhida pela Apams.

Só Notícias teve acesso ao depoimento do suspeito, que mesmo ciente da existência do vídeo, nega o abuso. Ele afirmou que a cadela que teria sido maltratada é a “xodó” de sua esposa, que está em viagem. Após prestar depoimento, o acusado foi liberado.