12/11/2016 19:42

Quantidade de visualizações: 373

Fernando Luiz com G1

Com chances de conquistar título mundial em Interlagos, alemão fez o tempo mais rápido do fim de semana.

O último treino livre antes da definição do grid de largada do GP do Brasil começou sob chuva. Ao longo da sessão, a pista foi secando e pilotos se alternando na ponta, como Felipe Massa, Daniel Ricciardo, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen. Restando dez minutos para o fim, as Mercedes de Nico Rosberg e Lewis Hamilton apareciam entre as últimas colocações. Mas bastou retornarem à pista nos instantes finais para a dupla colocar ordem na casa e fazer as voltas mais rápidas. Rosberg cravou 1m11s740, melhor tempo do fim de semana, enquanto Hamilton, que chegou a dar duas escapadas, anotou 1m11s833, ficando 93 milésimos atrás.

A corrida é neste domingo as 14.00 horas, horário de Brasilia

A atividade não vale ponto, muito menos posição de largada. Mas o resultado dá moral para o alemão na guerra psicológica com o companheiro de equipe na briga pelo título. Afinal, Roserg pode ser campeão já neste fim de semana, em Interlagos, e a demonstração de força pode colocar pressão no rival. A sessão foi marcada por um incidente inusitado. Um guarda-chuva caiu no meio da pista, na descida do "S do Senna", provocando bandeiras amarelas. Os torcedores se divertiram com o fiscal se atrapalhando com a pressa para retirar o objeto.