07/11/2016 16:27

Quantidade de visualizações: 461

Assessoria IFMT

O IFMT alcançou as 11 melhores notas entre as escolas públicas do estado de Mato Groso na edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O resultado foi divulgado na última segunda-feira (31/10), com a publicação da lista onde consta a inclusão de 961 escolas que oferecem o Ensino Médio integrado à Educação Profissional, que ficaram de fora da primeira divulgação dos dados. O Campus que obteve o melhor resultado, a partir da média das notas das provas objetivas e da redação, foi o Campus Cuiabá - Octayde Jorge da Silva, com média 558.67 nas provas objetivas e média 641.91 na redação.

Os outros dez campi participantes do IFMT alcançaram as dez posições subsequentes, dentre as escolas públicas do estado-matogrossense, na seguinte sequência: 2.º) Campus Sorriso; 3.º) Campus Rondonópolis; 4.º) Campus Barra do Garças; 5.º) Campus Bela Vista; 6.º) Campus Campo Novo do Parecis; 7.º) Campus Cáceres; 8.º) Campus Pontes e Lacerda; 9.º) Campus Juína; 10.º) Campus São Vicente; 11.º) Campus Confresa.

Contextualização - Segundo o INEP, "os resultados do Enem por Escola devem ser considerados com cautela, uma vez que a participação dos estudantes no exame é voluntária. Diante da heterogeneidade de contextos onde as escolas estão inseridas, torna-se necessário considerar o resultado do desempenho dos alunos associado aos diferentes fatores que caracterizam estes contextos. Toda e qualquer comparação entre escolas pertencentes a contextos diferentes sem a devida ponderação entre o desempenho e os diferentes fatores intra e extra escolares a ele associados é considerada indevida".

Indicadores - Quatro indicadores devem ser considerados: o Indicador de Nível Socioeconômico (INSE), relacionado aos alunos; e o Porte, o Indicador de Formação Docente e o Indicador de Permanência do Aluno, relacionados às escolas. O Indicador de Nível Socioeconômico possibilita, de modo geral, situar o público atendido pela escola em um estrato ou nível social, apontando o padrão de vida referente a cada um de seus estratos. Esse indicador é calculado a partir da escolaridade dos pais, da posse de bens e contratação de serviços pela família dos alunos.

O Porte da Escola é definido pela quantidade de alunos matriculados no 3º ano do Ensino Médio Regular. Já o Indicador de formação docente está relacionado aos docentes com formação superior em licenciatura na mesma disciplina que lecionam, ou bacharelado na mesma disciplina com curso de complementação pedagógica concluído. Os dados utilizados são os fornecidos pela própria unidade de ensino, por meio do Censo Escolar da Educação Básica. O Indicador de Permanência na Escola apresenta o percentual de participantes que cursaram todo o Ensino Médio na mesma escola em que se encontravam matriculados em 2015, de acordo com o Censo Escolar.