Agora: A Hora da Banda

Sorriso: Operação Primavera da PJC detém oito e apreende grande quantidade de entorpecente

Fernando Luis - policia em 09/11/2014 às 17:16. Lida 981 vezes.

A Operação Primavera, efetuada pela Policia Judiciaria Civil de Sorriso - em perfeito sigilo - rendeu a detenção de oito pessoas por envolvimento ao tráfico e comercialização de entorpecente, em clube de diversão popular localizado na Avenida Tangará - Zona Leste do município.

Foram efetuadas oito detenções, sendo quatro homens, uma mulher e três menores de idade. Com todos os oito envolvidos foi localizada certa quantia de substância análoga a pasta base de cocaína, cocaína e maconha, além de celulares e uma grande quantia em dinheiro em cédulas diversas.


“Foi um serviço muito bem feito pelos nossos investigadores que receberam reforço para esta Operação Primavera, e conseguimos êxito, como podem perceber, inclusive localizando droga em novas embalagens, bem diferentes das que estamos acostumados e isto é positivo, por que sociedade voltou em acreditar na policia e isto é muito salutar, por que conseguimos tirar de circulação este pessoal nocivo aos bons costumes da comunidade de Sorriso”, comentou o titular do Depto de Entorpecente da DJC de Sorriso, Dr. Pablo Rigo.

Ente os acusados pelo menos três já têm passagem pela policia de Sorriso e uma checagem será efetuada a respeito da possibilidade de ramificação com outros envolvidos em cidades da região. “Queremos saber a origem de esta droga, de onde vem e como chega aqui em Sorriso”, frisou Dr. Pablo. A mulher e os três menores ainda não teriam passagem.

“Não paramos aí e precisamos da ajuda da sociedade nos apontando pontos em que estes ilícitos possam estar sendo traficados, que vamos averiguar e caso se confirme das denúncias imediatamente vamos agir. Não vamos parar, vamos combater o tráfico, o uso e a comercialização a todo o momento”, concluiu o titular do Depto de Entorpecente da DJC de Sorriso.

Todos serão indiciados, e concluídos os inquéritos, será notificado o Ministério Público e a Vara Criminal, para sequência dos procedimentos”, concluiu.

Enquete


Você é contra ou a favor de eleições para diretores e coordenadores de escolas públicas municipais?
Parciais