Sorriso FM 99,1

09/10/2010 11:05
Lida 6618 vezes.

Diário de Pernanbuco

 



Músico, escritor, ativista, pai, ídolo. John Winston Ono Lennon foi isso e mais. E se vivo estivesse, seria a partir de hoje um septuagenário. A efeméride, claro, não vai passar em branco. As celebrações se espalham pelo mundo.


Em Liverpool, por exemplo, as atividades vão de exposições e espetáculos até a inauguração de um monumento em homenagem ao ex-Beatle. Hoje, a viúva de Lennon, Yoko Ono, acenderá uma pira na torre do memorial Imagine Peace, localizada nas proximidades da cidade islandesa de Reykjavik. Na ocasião, a Yoko Ono Plastic Band, com a participação de Sean Lennon, filho do casal, fará uma apresentação especial.

Para os fãs, as novidades são o filme O garoto de Liverpool e o relançamento do catálogo solo de John Lennon, em edições remasterizadas. Dirigido por Sam Taylor Wood, o longa-metragem (intitulado Nowhere boy no original) apresenta Lennon entre os 15 e os 20 anos, período no qual ele descobre sua paixão pelo rock´n´roll, forma sua primeira banda e conhece os futuros parceiros Paul McCartney e George Harrison. O filme mostra também seu conturbado relacionamento com a mãe, que o abandonou na infância (um trauma que Lennon carregaria pela vida adulta) e com a tia Mimi, que o criou. O filme foi exibido recentemente no Festival do Rio e deve chegar ao circuito em dezembro.

O projeto John Lennon gimme some truth é composto pelos oito discos que John Lennon lançou em carreira solo e a coletânea Power to the people: The hits e ainda uma caixa com quatro discos também batizada com o nome do projeto de relanlçamentos. Lá fora, será lançada também a The John Lennon signature box, que inclui EP com seis singles e o CD Home tapes, com 13 registros caseiros de músicas da carreira solo, todos inéditos. O disco Sometime in New York City, de 1972, ganhará forma de álbum duplo, com seis gravações ao vivo. Lançado em 1980, o disco Double fantasy será apresentado em nova versão. A Stripped down version remix foi produzida por Yoko Ono e Jack Douglas, co-produtores com Lennon da mixagem original. A nova edição doálbum virá nas versões extendida, com 2 CDs, e na versão original registrada por Lennon, agora remasterizada.

John Lennon foi morto a tiros em 8 de dezembro de 1980. Seu assassino, Mark David Chapman, teve recusado pela sexta vez um pedido de liberdade condicional. Ele foi condenado à prisão perpétua em 1981. 
 

Veja também


Enquete
Qual sua opinião sobre os políticos brasileiros?
  • Parcial